mulher fazendo exame de vista

Catarata: entenda mais sobre a doença

catarata

A catarata é uma doença que atinge muitas pessoas no mundo inteiro e ocorre porque o cristalino, que é a lente natural dos nossos olhos, torna-se opaco. E isso faz com que a passagem de luz para dentro dos olhos fique prejudicada. Consequentemente, as pessoas que possuem essa doença têm dificuldades para enxergar. O avanço da doença pode ocorrer em somente um olho ou nos dois ao mesmo tempo, não há um padrão.

Importante ressaltar que quando ela não é diagnosticada e tratada corretamente, ela pode levar a cegueira. Outra característica da catarata é que ela não pode ser tratada somente por medicamentos. Para entender mais sobre a catarata, reunimos informações sobre a doença. Confira:

Fique atento aos sintomas

A doença faz com que a pessoa enxergue tudo por meio de uma lente bem embaçada. Ou sinta que tudo ao redor está embaixo de uma névoa constante. Outro sintoma que pode indicar catarata é a necessidade de mais iluminação para poder enxergar melhor ou ter extrema dificuldade para ver com nitidez durante todo o tempo. O incômodo não passa e é indicado consultar com um oftalmologista o mais rápido possível.

As causas mais frequentes da doença

O desenvolvimento da catarata é diretamente proporcional com a idade das pessoas. Por isso, uma das principais causas é o envelhecimento e o grupo de risco dessa doença são pessoas acima de 40 anos. Entretanto, alguns casos podem ser congênitos. Geralmente, a doença é identificada nos primeiros anos de uma criança. Pessoas com diabetes ou glaucoma acabam tendo mais chances de ter catarata. Lembrando que usar medicamentos com esteróides sem o diagnóstico de um médico também é uma das causas da doença.

catarata

Como funciona a cirurgia de catarata

Se você foi diagnosticado com catarata e quer saber se precisa operar, a resposta é sim. A cirurgia é um dos procedimentos mais indicados para que a visão volte ao normal. Independente do estágio da doença, a cirurgia é a mais eficaz para solucionar o problema.

A cirurgia de catarata é feita da seguinte maneira: por meio de um aparelho facoemulsificador, que tritura e aspira o cristalino opaco, retira-se a catarata por completo. Em seguida, uma lente artificial é colocada para fazer o papel do cristalino saudável.

Não há prevenção

Outra característica marcante da catarata é que não há prevenção da doença. Além disso, a progressão da doença não pode ser retardada com colírios ou outros tipos de medicamentos. A importância de manter sempre em dia a consulta a um oftalmologista é extrema, pois fazer exames regularmente podem identificar a doença facilmente. O oftalmologista verificará se há alterações nos exames de oftalmoscopia, de retina, tonometria, entre outros. Além disso, é recomendável cuidar da saúde para evitar outras doenças como diabetes e glaucoma.

Tem mais alguma dúvida sobre a catarata? Deixe sua mensagem nos comentários para gente. Faça o download gratuitamente do e-book “10 problemas de visão mais comuns. Um guia sobre sintomas e tratamentos recomendados para cada caso” e saiba mais sobre a catarata. Em nosso blog você também pode ler mais sobre cuidados com a visão e dicas para a saúde dos olhos.

Hospital de Olhos
MENU