O que são lentes de contato

As lentes de contato são utilizadas para a correção de diversos problemas óticos. Além dos benefícios estéticos, oferecem maior conforto e são uma opção interessante para quem não pode ser operado. Em alguns casos específicos, o uso de lentes de contato apresenta resultados mais eficientes do que o uso de óculos.

No mercado existem inúmeras opções como: lentes de contato gelatinosas esféricas para uso diário, descartáveis, tóricas, multifocais, filtrantes, terapêuticas, coloridas, lentes de contato rígidas de todos os materiais, siliconadas, fluorcarbonadas, híbridas, flexíveis, etc. Por isso a escolha deve ser orientada por um oftalmologista.

Através de uma minuciosa avaliação do estilo de vida e da fisiologia do olho do paciente é possível descobrir a lente de contato mais indicada para cada problema.

View Video

Também é fundamental um teste de adaptação, que consiste em:

  • Medição da curvatura da córnea (ceratometria);
  • Ocasionalmente, é feito o mapeamento da superfície (topografia) e medida da espessura corneana (paquimetria);
  • Refração inicial para determinação do grau das lentes;
  • Colocação de lentes de contato de teste baseadas na refração inicial, por 10 a 20 minutos;
  • Nova refração, com as lentes de contato de teste;
  • Avaliação da adaptação das lentes de contato de teste com o aparelho chamado “lâmpada de fenda”;
  • Modificações na adaptação com base em observações na lâmpada de fenda.

Outras medidas importantes são as orientações para a colocação, manuseio, remoção, cuidados, período de uso e consultas de revisão. Assim, além de usufruir de uma excelente qualidade visual, o paciente também evita riscos de contaminação através de bactérias, fungos e outros tipos de problemas em virtude de uma adaptação inadequada.

 

Tratamento

Não existe tratamento específico para conjuntivite viral. Para diminuir os sintomas e o desconforto pode-se utilizar soro fisiológico gelado e compressas sobre as pálpebras, limpar os olhos com frequência, ou ainda, usar colírios lubrificantes e lágrimas artificiais.

Como evitar a propagação da conjuntivite viral:

  • Lave suas mãos com frequência.
  • Não coloque as mãos nos olhos para evitar a recontaminação.
  • Evite coçar os olhos para diminuir a irritação da área.
  • Lave as mãos antes e depois do uso de colírios ou pomadas.
  • Ao usar, não encoste o frasco do colírios ou da pomada no olho.
  • Evite a exposição à agentes irritantes (fumaça) e/ou alérgenos (pólen) que podem causar a conjuntivite.
  • Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite.
  • Não use lentes de contato se estiver usando colírios ou pomadas.
  • Não compartilhar lençóis, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal de quem está com conjuntivite;
  • Evitar piscinas.

É importante que haja o acompanhamento do oftalmologista para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. A conjuntivite bacteriana deve além desses cuidados, usar colírios e antibióticos prescritos somente pelo oftalmologista.

 

Prevenção

É difícil prevenir-se das conjuntivites, mas algumas medidas podem diminuir o risco de você adquirir uma conjuntivite, que são:

  • Não use maquiagem de outras pessoas (e nem empreste as suas).
  • Evite compartilhar toalhas de rosto.
  • Lave as mãos com frequência e não coloque-as nos olhos.
  • Use óculos de mergulho para nadar, ou óculos de proteção se você trabalha com produtos químicos
  • Não use medicamentos (pomadas, colírios) sem prescrição (ou que foram indicados para outra pessoa).
  • Evite nadar em piscinas sem cloro ou em lagos.

Assuntos Relacionados

Gostaria de agendar uma consulta?

Cliquei aqui para ver nossa agenda online!

Hospital de Olhos
MENU