Como é o tratamento do ceratocone?

Você já deve ter ouvido falar do ceratocone, né? Trata-se de uma doença degenerativa que corresponde à alterações na curvatura da córnea, que acaba ganhando uma forma mais cônica do que o comum. Mas o que acontece quando essa curvatura aparece? Bom, as pessoas com essa distrofia acabam tendo a visão distorcida que resulta em um dos problemas clássicos da saúde ocular: miopia ou astigmatismo.

Normalmente diagnosticado em adolescentes e na primeira fase adulta, o ceratocone é uma doença grave que pode evoluir com o passar do tempo. Infelizmente, a doença ainda não possui uma cura, mas há uma série de procedimentos para tratamento do ceratocone. Confira a seguir:

Lentes de Contato

Nos primeiros estágios, a doença pode ser tratada pelo simples uso de óculos ou com lentes de contato. A lente pode ser semi-rígida ou rígida de acordo com o estágio ou adaptação do paciente.

Caso o estágio seja mais avançado, as lentes intraoculares fácicas podem resolver um caso de miopia muito forte, conseguindo corrigir até 20 graus. Dessa forma, a pessoa poderia ter uma boa visão mesmo à distância.

Anéis Intracorneanos

Caso o paciente se encontre em um nível intermediário, a implantação dos anéis intracorneanos é uma ótima opção. Ele é responsável para dar uma boa forma novamente à córnea, podendo adiar uma possível cirurgia e adequar o olho ao uso de lentes rígidas mais facilmente.

Crosslinking

Outro procedimento a ser aplicado na córnea é o crosslinking, que se consiste em uma técnica capaz de endurecer a parte anterior ao tecido corneano, resultando em uma melhor visão para a pessoa. Com essa aplicação, a córnea irá fazer novas conexões com moléculas de colágeno quando for de encontro com alguma luz ultravioleta, proporcionando uma maior saúde ocular.

Cirurgia

Em estágios mais avançados, a cirurgia é altamente recomendada. Nesse procedimento, o transplante de córnea é realizado por meio de dois tipos: o Anel de Ferrara ou INTACS. No primeiro, o anel a ser implantado possui um raio de curvatura menor do que o segundo. O procedimento escolhido pelo oftalmologista vai de acordo com a localização do ceratocone: cental, ínfero-temporal ou superior.

Hospital de Olhos
MENU